Posted by : Gabi Trefzger abril 14, 2013


Olá, bruxinhos!
Minha vida deu uma reviravolta completa esses dias, estou ficando com o tempo corrido! Mas é claro que eu sempre vou dar um jeito de continuar postando aqui, no mínimo uma vez por semana. Estou muito animada, porque esta semana chegou pra mim um presentão do meu namorado, com várias edições da Witch da Itália! Imaginem uma pessoa empolgada... Tem várias especiais, uma mais linda que a outra, fico namorando elas o dia inteiro! Mas não é sobre isso que vim falar hoje... Vasculhando os fansites por aí, descobri uma série de artigos muito bem detalhados sobre cada vilão de Witch, em inglês, e decidi traduzi-los aqui! Cada semana vou postar um, pois os artigos são bem grandes, e vou começar pela ordem dos quadrinhos. Eventualmente, aparecerá um personagem exclusivo do desenho, ou mais de um personagem por vez, afinal tem gente que não merece que gastemos muito tempo falando, né? Bom, vamos começar logo!

Phobos
Prince Phobos

Cronologia

O Príncipe Phobos assumiu o trono do reino de Meridian, algum tempo antes da primeira edição, e começou a drenar a força vital das pessoas, a fim de abastecer seus próprios poderes mágicos com o objetivo de tornar-se forte o suficiente para assumir outros mundos. No entanto, percebendo que Phobos representava uma grande ameaça, o Conselho de Kandrakar, um reino no centro do universo, levantou um escudo mágico, conhecido como o Véu, em torno do Metamundo, selando Phobos dentro de seu reino e isolando-o de todos os outros mundos.

Durante a primeira temporada do desenho, Phobos tem como objetivo principal encontrar sua irmã perdida, Elyon Brown, cujos poderes são iguais aos seus. Nos quadrinhos, de acordo com o Oráculo e o próprio Phobos, Elyon é ainda mais forte do que ele, o que faz com que se torne a obsessão de Phobos drenar a energia vital de sua irmã. Com seu poder, Phobos seria capaz de romper o Véu e iniciar sua conquista de outros mundos.

Na série animada, num primeiro momento, Phobos não tem conhecimento da identidade de sua irmã, e envia seus servos para encontrá-la. Primeiramente, por pesquisas através de registros de nascimento, e em seguida, usando um talismã mágico conhecido como a Estrela de Threbe. Depois de encontrá-la e, com sucesso, envenenar sua mente contra seus amigos e familiares, Phobos traz sua irmã para Meridian e tenta ganhar a confiança dela por tempo suficiente para conseguir drenar seus poderes. Apesar do êxito, os planos de Phobos são frustrados pelas Guardiãs durante o último capítulo da primeira temporada. Ele é exposto como um vilão na frente de todos do reino, e é preso por Elyon após um duelo mágico empolgante!

Prince Phobos (cartoon)

A história nos quadrinhos se passa um pouco diferente. Elyon é identificada pelos servos de Phobos logo na primeira edição, e desaparece de Heatherfield. Após uma longa trajetória de traição, lutas entre Elyon, Phobos e cia. contra as Witches e crises de identidade, é chegado o dia da coroação. Phobos usaria a Coroa de Luz enfeitiçada para sugar a energia de Elyon, mas as Witches armam uma cilada e Phobos é derrotado.

Depois de sua derrota na 1ª temporada da série animada, Phobos foi brevemente lançado pelos Cavaleiros de Vingança início na 2 ª temporada, mas foi derrotado na tentativa de retomar o seu castelo de Elyon. Ele voltou novamente mais tarde na 2 ª temporada, quando os Guardiões perceberam que, como herdeiro do trono de Meridian, ele era capaz de quebrar a regra de que "um coração não pode ser tomado pela força". Assim, iria privar Nerissa de seu cetro mágico, o Selo de Nerissa (que incorporou o Coração de Meridian), com a condição de que ele entregasse o Selo para eles depois. No entanto, Phobos quebra sua promessa e usa o Selo de Nerissa (que mais tarde é rebatizado de "Cetro de Phobos") para reconquistar Meridian. Após a retomada Meridian, Phobos lança seu olhar sobre Kandrakar, e está à beira de tomá-lo quando é traído pelo Lord Cedric, que o engole inteiro, absorvendo seus poderes. Após a derrota de Cedric, Phobos é devolvido ao calabouço de Elyon.

Já na história "Trio Oráculo" dos quadrinhos, ele se tornou o novo Oráculo. Phobos usou suas emoções negativas para mudar mentes como Endarno, que era o guardião da Torre de Brumas, a torre de Kandrakar onde Phobos, Cedric, Frost, e muitos outros vilões foram presos. Quando ele é restaurado ao seu corpo legítimo pelas Guardiãs, ele percebe que perdeu e salta de uma varanda para o vazio sem fim sob Kandrakar, declarando que "nunca serei preso novamente ".

Poderes
O Príncipe Phobos possui inúmeros poderes mágicos, que incluem: explosões de energia, transformação, vidência, bsorção da força vital, vôo, telepatia, telecinese, ilusão, teletransportação, feitiços e maldições, criar e convocar seres (como os Murmurantes), manipulação, etc.

Prince Phobos2Prince Phobos3

Mesmo que ele não seja capaz de criar portais que liguem a Terra e Meridian, ele foi capaz de criar um portal para uma pintura e encantou as Guardiãs, que ficaram presas por lá, e enviou seus servos para tentar exterminá-las. Nos quadrinhos, certos fatos ocorreram diferentes, como o portal para a pintura ser na verdade uma abertura no Véu, e foi Cedric foi quem abriu o portal - embora isso leve a uma confusão, pois se Cedric poderia fazer aberturas no Véu, é surpreendente que Phobos não possa, e sendo assim o Véu erguido por Kandrakar é completamente inútil, mas isso é apenas mais um fato intrigante).

No confronto final contra as Guardiãs, Phobos transforma Cedric em uma versão vermelha mais monstruosa que é capaz de rivalizar com a força combinada de todas as cinco Guardiãs. Apesar disso, Will, com raciocínio rápido, enganou Cedric, colocando-no a Coroa de Luz, assim, drenando sua magia. Phobos também lança armadilhas em sua irmã Elyon através de anéis de energia, após o uso de artifícios para dominá-la.

Em várias ocasiões, Phobos provou ser um oponente formidável, com poderes pelo menos iguais aos de sua irmã, Elyon. Por exemplo, quando ele lutou contra as Guardiãs do Véu no episódio final da saga Meridian, ele rapidamente derrotou-as e as teria destruído, se não Elyon interviesse. (No entanto, no desenho, ele havia roubado todo o poder de Meridian e o de sua irmã!). Quando ele lutou com elas novamente na segunda temporada da animação, ele já não possuía o poder que ele havia roubado de Elyon e do Metamundo, mas ainda parecia ser mais poderoso do que todas as Guardiãs juntas.

 

Personalidade
Ao longo da série, Phobos é retratado como um psicopata cruel e imoral. Como psicopatas clinicamente diagnosticados, ele pode ser charmoso e persuasivo quando quer (como ele tinha enganado Elyon convencendo-a de que ele era um irmão amoroso e lentamente manteve-a longe e contrade suas amigas, ao mesmo tempo que fingia preocupação pelo seu bem-estar). No entanto a sua verdadeira natureza cruel é e mais evidente em seu tratamento manipulativo daqueles ao seu redor, bem como a total falta de sinceridade. Ele também é propenso a violentas oscilações de humor. Phobos é um ser inteligente, mas é dado a momentos de impulsividade. É este lado confiante e arrogante da personalidade de Phobos que geralmente contribui para a sua queda. Phobos tem um gosto pela decadência, como é mostrado quando ele redecora Kandrakar com veludo vermelho e ouro, e tem sido visto várias vezes em banhos de luxo.
Phobos é, juntamente com Nerissa, um dos adversários das Guardiãs mais cruéis. Irma se refere a ele como "o café expresso triplo do mal".

Idade
Embora Phobos pareça jovem, sua verdadeira idade é incerta, mas ele é conhecido, no entanto, por ser muito antigo. Uma interpretação a partir dos arcos de história em quadrinhos é que ele é um antigo imortal e que ele nasceu pouco depois da criação do universo, que foi quando o Véu foi levantado, a fim de prendê-lo. A idade de Phobos é reduzida na série animada, onde o Véu foi levantado há pouco tempo. Embora nenhum detalhe específico seja dado, sabe-se que Yan Lin, enquanto ser-humana mortal, lutou contra Phobos como uma Guardiã, quando ela era jovem. Isso faz com que Phobos tenha, pelo menos, uma idade comparável à de Yan Lin, deixando aberta a possibilidade de que ele é ser muito mais velho. Phobos pode ser milhares de anos de idade, de fato.

No episódio da série animada "B é para Traição", o Oráculo diz que às Guardiãs que o Véu foi criado há 13 anos, quando Phobos chegou ao poder, o que dá a ele uma história de fundo significativamente diferente do que a história em quadrinhos (embora isso significaria que, 13 anos atrás, a antiga Yan Lin era uma jovem mulher, embora este seja apenas um dos muitos erros de continuidade da série.

Curiosidade
O Phobos nome significa "medo, terror, pânico," em grego. A palavra "fobia" é derivada do nome Phobos.
Phobos é também o nome da personificação grega do medo.



Não se esqueça de contar pra gente a sua opinião! Espero vocês na próxima, com um artigo sobre Cedric!
Beijos mágicos,
~Gabi.

Deixe sua dúvida ou sugestão :)

Alguma dúvida?
Deixe o seu comentário, todos eles serão lidos e respondidos.

Beijos Mágicos!

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © 2013 Witch Blog Oficial. - Ore no Imouto - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -